quinta-feira, 9 de abril de 2009



SONETO XVI
Dante Alighieri

Vede perfettamente onne salute
chi la mia donna tra le donne vede;
quelle che vanno con lei son tenute
di bella grazia a Dio render merzede.
E sua bieltate è di tanta vertute,
che nulla invidia a l'altre ne procede,
anzi le face andar seco vestute
di gentilezza, d'amore e di fede.
La vista sua fa onne cosa umile;
e non fa sola sé parer piacente,
ma ciascuna per lei riceve onore.
Ed è ne li atti suoi tanto gentile,
che nessun la si può recare a mente,
che non sospiri in dolcezza d'amore.

__________________________________________________________________

SONETO XVI
Dante Alighieri

Já terá visto a perfeição completa
quem minha dama entre outras damas vê;
as que seguem com ela, por diletas,
agradecem a Deus por tal mercê.
De tal força a beleza tem repleta
que nas outras, inveja não se lê
e ao contrário, com ela mais discretas
guardam modéstia e amor no que se crê.
À sua vista tudo se asserena.
De sua graça não toma exclusiva:
dá que as outras também se tornem belas.
Tanto em seu gesto a cortesia é plena
que não volta à lembrança de quem viva
sem fazer suspirar de amor por ela.

_______________________________________________________________________

Um comentário:

Tâmara disse...

E eu suspirando de amor por ele!
E ele suspirava de amor por Beatriz...

Ah! Dante