quarta-feira, 2 de setembro de 2009


Deixaste teu brinco
no meu pensamento,
um elo de prata
no espaço e no tempo,

um arco que marca
as voltas do vento,
ou concha que ouve
meu fino lamento.

Deixaste teu brinco
no meu pensamento,
na fome do corpo
da orelha que invento.

wbl, in A Música da Luz

2 comentários:

Carol Mioni disse...

A sonoridade está uma delícia!
eu li umas 2 vezes antes de comentar!!!

Bela Musica! Completa!

Tâmara disse...

Abençoada seja a suprema espiritualização e sensualização da sua arte....